• MDS Portugal
  • Pesquisar
voltar

Seguro de Vida - Está realmente protegido?

27.04.2020
Seguro de Vida - Está realmente protegido?

Em momentos de incerteza como os que vivemos atualmente, a salvaguarda do bem-estar das famílias, dos seus rendimentos e património, assume uma maior relevância.

O Seguro de Vida é por excelência uma das formas de proteção, permitindo fazer face, em caso de morte ou invalidez, a responsabilidades e compromissos financeiros assumidos. É assim essencial assegurar que as coberturas são as mais adequadas, nomeadamente, ao nível da invalidez.


Existem vários tipos de cobertura por invalidez, sendo importante analisar as situações em que se aplicam e a sua adequação aos objetivos e expectativas de protecção individuais.


Podem surgir com outros nomes, mas genericamente os conceitos base são os seguintes:


Grande Invalidez – Incapacidade muito próxima de 100% e dependência total de uma 3ª pessoa para a realização de todos os atos habituais da vida diária.


Invalidez para qualquer profissão -  Incapacidade que varia normalmente entre 60% e 75%, e quando em função dessa incapacidade não é possível exercer nenhuma atividade remunerada.


Invalidez Profissional – A percentagem de incapacidade pode variar consoante os contratos, sendo normalmente à volta dos 60%. O sinistrado tem direito a indemnização quando deixa de poder exercer a sua profissão ou aquela para a qual está habilitado. Esta é a mais abrangente e por isso a que mais protege os segurados.

 

Realçamos que a incapacidade tem de ser reconhecida como definitiva e não temporária ou com perspetivas de ser reversível.


É assim, extremamente importante verificar se a sua apólice está adequada e corresponde às suas expectativas. Assegurando que, por exemplo, caso tenha crédito à habitação, o Seguro de Vida liquide os empréstimos e seja menos uma preocupação para a família em caso de morte ou invalidez. 

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi