voltar

A MDS é o único broker do Lloyd’s de língua portuguesa

Fonte: Jornal de Negócios 29.10.2018
A MDS é o único broker do Lloyd’s de língua portuguesa
A MDS fez história ao abrir as portas do mercado londrino de seguros especializados às empresas de países de língua portuguesa. 

"Esta nomeação, concedida após um processo de selecção muito criterioso, resulta do reconhecimento da nossa actuação a nível nacional e internacional, bem como do conhecimento e know-how técnico das nossas equipas, que estão entre as melhores do mundo. Foi um marco muito importante e prestigiante para a MDS e para Portugal, pois permite o acesso a um dos mais importantes mercados de seguro e resseguro do mundo, facilitando a cobertura de riscos das empresas e organizações nacionais”, destaca Ricardo Pinto dos Santos, CEO da MDS Portugal, em entrevista ao Jornal de Negócios.

"Através da MDS, as empresas portuguesas passam a ter acesso a uma resposta competitiva e inovadora para a transferência dos seus riscos. Soluções state-of-the-art para vários tipos de riscos complexos, como os de carácter ambiental, cibernético, catástrofes naturais ou grandes riscos industriais”, acrescenta. 

Ricardo Pinto dos Santos alerta ainda para a necessidade de as organizações fazerem uma gestão ativa dos riscos a que estão expostas, sob pena de terem a sua continuidade e sustentabilidade em risco.

Num mundo global, com a quantidade de interações hoje existentes, com a partilha de informação, as empresas têm de perceber que estão sujeitas a ameaças internas e externas e que necessitam de ter uma política de gestão de riscos global

"Isso é muito claro, por exemplo, ao nível das cadeias de abastecimento e da necessidade de assegurar a continuidade de negócio.  A entrega de uma matéria-prima fora do tempo, um ataque cibernético a um fornecedor, o roubo de dados da empresa através de brechas de segurança criadas por empregados de forma involuntária, são apenas alguns casos que as empresas necessitam de acautelar, seja através da implementação de medidas preventivas e educacionais, seja recorrendo a seguros que ajudem a minimizar as perdas potenciais”, exemplifica. 


Leia aqui a entrevista na íntegra.


Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi