• MDS Portugal
  • Pesquisar

voltar

Empresas mantêm esforços produtivos para aliviar a crise

09.04.2020
Empresas mantêm esforços produtivos para aliviar a crise

Apesar de todas as consequências negativas que vão surgindo fruto da pandemia do Covid-19, temos sido também confrontados com nobres entidades de pessoas individuais e/ou empresas que fazem esforços para ajudar quem mais necessita. A adaptação do próprio negócio e linhas de produção e as doações (alimentares ou de materiais) são alguns dos movimentos de cariz positivo que vemos a nascer e crescer dentro deste âmbito de crise.


Assim como já o fizemos anteriormente, realçamos o trabalho e ação de algumas marcas que se solidarizaram com muitos profissionais que estão na linha da frente do combate à pandemia e com pequenos negócios familiares que precisam de apoio neste momento:


Na tentativa de diminuir a pressão sobre o internamento hospitalar, a Air Liquide, empresa líder mundial dos gases, serviços e tecnologias para a Indústria e a Saúde, emprestou 140 ventiladores ao Serviço Nacional de Saúde. 


Por sua vez, a Delta Cafés está a produzir, nas suas unidades de produção, material de proteção sanitária para o combate à pandemia do Covid-19. Neste momento, já foram produzidos milhares de equipamento de proteção individual, como máscaras e viseiras nas suas unidades pertencentes ao grupo e o material já foi entregue a algumas unidades hospitalares do Alentejo, como o Hospital de Portalegre e Elvas. O grupo também está a distribuir café a vários centros de saúde e hospitais. Também o Grupo Nabeiro, detentor da Delta Cafés, está a enviar equipamentos para as corporações de bombeiros


A empresa tecnológica Farfetch também está a atuar no sector da moda. O unicórnio pretende auxiliar os pequenos negócios familiares que se depararam com o encerramento das lojas e, por isso, só conseguem vender online. Por isso mesmo, disponibilizou-se para fazer descontos de até 100% na utilização da sua plataforma digital. 


A PortoCargo, reconhecida empresa de transitários foi, no início do mês, responsável pela chegada do Antonov que aterrou no aeroporto Francisco Sá Carneiro com 80 toneladas de equipamentos de proteção. A operação, embora logisticamente delicada, foi bem sucedida e trouxe ao país Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) vindos da China.


Estas foram algumas das iniciativas de destaque que beneficiaram muitos profissionais da saúde e outros negócios nos últimos dias. Permanecemos alertas para os bons exemplos semelhantes a estes que a atual crise tem fomentado. Acompanhe nas nossas redes! Facebook, LinkedIn e Instagram

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, está a consentir o seu uso. Saiba mais

Compreendi